QUEM SOMOS

A Comitec nasce dos muitos anos de experiência adquirida por Flavio Modolo na venda de maquinaria, equipamentos, sistemas e tecnologias cada vez mais avançados e competitivos para o processamento do poliestireno expandido sinterizado (EPS).

A Comitec fornece um apoio técnico completo. Juntamente com o cliente identifica e direciona a atenção para cada uma das necessidades e empenha-se a segui-lo visando a realização do objetivo a que se destina, continuando o aconselhamento mesmo após a venda.

MISSÃO

A total satisfação do cliente com produtos de alta qualidade, seguros e garantidos.

PRODUTOS E SERVIÇOS

A Comitec propõe soluções e tecnologias para aplicações diversificadas do EPS, produzidas por empresas italianas de alto nível.

A Comitec é uma empresa que, graças ao seu pessoal multilíngue especializado (inglês, francês, espanhol, português), está sempre à procura de novidades no mundo do EPS, logo sempre aberta a novas colaborações.

CONTACTE-NOS

 

CONTACTE-NOS HOJE!

ACERCA DO EPS

O EPS (poliestireno expandido sinterizado) é um material rígido, de peso reduzido, composto por carbono, hidrogénio e por 98% de ar.

O EPS não tem qualquer valor nutricional capaz de fomentar o crescimento de fungos, bactérias ou de outros microrganismos que provocam o aparecimento de bolor e o apodrecimento.
Graças a estas propriedades, o EPS é ideal para ser utilizado na produção de recipientes para alimentos.

O EPS é permeável ao vapor de água, por isso é um material que respira, mas é impermeável e insolúvel na água. Isto faz com que dentro de ambientes isolados com EPS não se formem bolores.

O EPS é um material atóxico e inerte que não contém clorofluorcarbonetos (CFC) nem hidroclorofluorocarboneto (HCFC), tidos como corresponsáveis pela redução da camada de ozono na estratosfera.
Além disso, as embalagens depositadas em aterros não poluem o solo, nem a atmosfera.
Nos processamentos mecânicos não existe o perigo de inalação de partículas nem de reações alérgicas.
Na indústria da construção, empregue no isolamento, não apresenta nenhum fator de risco para a saúde, porque não liberta gases tóxicos.

O EPS pode ser fabricado em qualquer gama de formas e tamanhos; também é compatível com cimento, betão, tijolo, alvenaria, argamassa, gesso e membranas impermeáveis betuminosas adaptando-se, portanto, às aplicações mais variadas.

O EPS no âmbito industrial é reciclável, de facto, podem recuperar-se os resíduos de produção e, seguidamente, tratá-los para que possam ser reintroduzidos no processo de produção.